A receita e o lucro são métricas-chave para a maioria das empresas, e no varejo não é diferente. Se você está no mercado há algum tempo, seja no varejo ou em outro setor, sabe que uma das principais métricas para a qual deve olhar é a margem de lucro. Como melhorar esse número, especialmente para aqueles que estão no mercado varejista? 

 

É fato que a maioria das pequenas empresas se esforçam para obter lucro, especialmente nos primeiros anos de vida, inclusive a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), divulgou que em julho as vendas no comércio caíram 4,8% em Julho. Como varejista, você compreende a rapidez com que os custos operacionais e o comportamento muitas vezes imprevisível do comprador afetam a sua receita. Como resultado, as margens de lucro são afetadas. Mas isso não indica, necessariamente, práticas ruins de negócios – significa simplesmente que você precisa gerar mais receita para equilibrar as despesas. Dependendo das escolhas que fizer sobre preços e marcação, talvez seja necessário vender um volume alto para gerar lucro. 

 

Embora a estratégia de preços e as margens ultra baixas não sejam viáveis ​​para a maioria dos pequenos empresários, os varejistas independentes podem incorporar táticas de grandes empresas para aumentar as margens de lucro.  

 Qual é a sua margem de lucro? 

 A margem de lucro corresponde a uma relação entre vendas e gastos. Vender mais estoque é, provavelmente, a maneira mais óbvia de aumentar os lucros, mas é importante entender que um aumento na geração de receita não é exatamente o mesmo que aumentar o lucro. Um aumento nas vendas aumentará a receita, mas se os seus gastos com estoque ou custos operacionais aumentarem proporcionalmente, você não verá um aumento nos lucros. 

 

Existem algumas variantes de margem de lucro – a margem de lucro líquido padrão ou a margem líquida corresponde a uma taxa de rentabilidade do lucro líquido para a sua receita, expressa como a porcentagem de cada real de receita que você mantém como tal. Diferentes proporções podem apresentar visões distintas da saúde financeira da sua empresa. Uma calculadora de taxa de rentabilidade ou um software de gestão online facilitam o processamento dos números. 

 

Também é importante fazer uma distinção entre proporções, se você escolher fazer mais de uma. Em suma: a margem de lucro operacional é o seu percentual ganho por real vendido menos os custos. Devem ser considerados, também, os impostos, para que seja possível chegar a um lucro bruto. Este último é representado, portanto, pela proporção de receita remanescente após serem descontados gastos com impostos, custos de produção e o proporcional de despesas da empresa. 

 

Basicamente, a relação entre receita e custos de operação é representada como uma porcentagem, a margem de lucro. Essa proporção determina a receita que você realmente vê depois de cobrir todas as suas despesas essenciais. Em termos mais generalizados, indica a saúde financeira da sua empresa. 

 

  Como determinar a sua margem de lucro 

 

Antes de mergulhar no cálculo das suas margens de lucro, você precisará fazer algum trabalho de preparação para garantir que os seus números sejam precisos. Primeiro, faça uma avaliação completa dos seus custos operacionais e avalie o seu inventário. 

 

Ao avaliar os seus custos, há uma boa chance de você perceber, imediatamente, que há, na sua empresa, alguma área que pode melhorar, mesmo antes de conectar os números. Por exemplo, pode ser que você esteja pagando por eletricidade e ar condicionado durante as horas em que a empresa está fechada. Cuidar do desperdício operacional irá ajudá-lo a concentrar seus esforços naquilo que fará com que você aumente os lucros. 

 

Como ponto de partida, você pode procurar a margem de lucro média para o setor de varejo, o que pode ajudá-lo a avaliar a posição da sua empresa em relação a outros varejistas. É válido ressaltar, entretanto, que as médias do setor informam muito pouco sobre os seus negócios individuais. 

 

Para saber como aumentar a sua margem de lucro, você precisa saber onde ela está. Para determinar qual é uma boa margem de lucro para o seu negócio, comece observando a receita gerada pelas vendas e como você gasta essa receita antes de obter lucro. 

 

Um Software de Gestão Online dará a você uma visibilidade da entrada de receita gerada pelas vendas e saídas com os gastos fixos e variáveis da sua empresa. Dessa forma, com o fluxo de caixa alinhado com a sua conciliação bancária, será possível saber se a sua empresa está ou não obtendo lucro. Quando trabalha com um software de gestão, você consegue ver isso rapidamente, com gráficos que ilustram e permitem a visualização das melhores tomadas de decisão para o seu negócio. Conheça agora mesmo o UpGestão por 7 dias grátis e veja como esse sistema poderá lhe ajudar na gestão financeira do seu negócio.  

Experimente Grátis UpGestão