Financeiro Receitas Despesas Banco Conciliação Bancária Arquivo OFX

Qual a Importância da conciliação bancária para garantir recebíveis

Postado por Vinicius Moura em 11 de fev de 2020

Qual a Importância da conciliação bancária para garantir recebíveis

Esse texto vem como apoio a uma das principais ações de gestão a serem realizadas dentro da organização, a gestão financeira de recebíveis, e como a conciliação bancária auxilia nesse processo.

No processo empreendedor, o estágio inicial está muito ligado com a realização de vendas, para garantir a sobrevivência da empresa. Porém quando ele conquista seus primeiros clientes, os fideliza, e assim garante uma receita recorrente, entra-se em foco outra atividade, a de controle.

Por que garantir recebíveis? 

 

Garantir recebíveis é uma atividade fundamental do processo empreendedor. Observa-se essa afirmação pelo fato do gestor da empresa não se permitir receber o famigerado “calote”.  

 

Isso se deve por precisar trabalhar com margens de ganho muito baixas, para continuar competitivo. Depois por boa parte dos seus ganhos virarem impostos. Restando assim muito pouco para que nosso personagem possa sobreviver, realizar investimentos e trabalhar com a expansão da sua empresa. Por esses motivos, controlar recebíveis é a atividade mais importante do dia a dia. Mas como a conciliação bancária pode auxiliar nisso? 

 

Conciliação Bancária 

 

Como você já deve ter visto, a conciliação bancária é o processo no qual se quantifica todos os créditos, débitos e saldos das contas bancárias da empresa. A palavra chave do conceito é a primeira: CRÉDITOS. Os créditos são todos os recebimentos que a organização tem direito, ou seja, tudo aquilo que realmente entra como dinheiro para a empresa.  

 

O comerciante é bombardeado com diversos novos bancos, as chamadas fintechs, ou empresas de base tecnológicas que operam dentro do sistema financeiro. Tendo assim diversas contas com possibilidades limitadas, mas vantagens inquestionáveis. Por exemplo uma conta que só tem cartão de crédito, mas não possui anuidade, ou uma outra que possui apenas cartão de débito, mas não se cobra taxa administrativa nenhuma. Obrigando assim o empreendedor a ter diversas contas bancárias, na tentativa de se pagar menos custos financeiros. 

 

Por outro lado, o comerciante também recebe diariamente visita de representantes, ou e-mails, de diversos meios de aquirencias, ou também conhecidas como maquininhas de cartão. Ai novamente entramos no mesmo problema citado anteriormente, cada uma possui vantagens inquestionáveis para serviços limitados. Uma possui uma taxa menor para o débito, outra para o crédito, uma o adiantamento de recebíveis é mais barata, na outra não cobra taxa de aluguel. O que não falta são modelos de negócios para elas. 

 

Essa grande guerra de concorrência, apesar de saudável e boa para o mercado, obriga o empreendedor a ter diversas contas bancárias para diversos meios de pagamento. inserindo um nível de complexidade dos meios de recebimento que até então ele não tinha. Como brinde do processo, esse controle é cada vez mais necessário para garantir qualidade das informações sobre recebimentos. 

 

Conclui-se assim que a conciliação bancária contribui para um maior controle financeiro e de gestão da sua empresa, garantindo qualidade da informação no que tange o débito do produto ou serviço vendido, evitando assim o “calote” que sua empresa pode receber. 

 

Quer saber mais sobre outros temas? Acesse nosso blog e obtenha mais conteúdos como este. Aproveite e garanta uma boa gestão de sua empresa. Com o UpGestão, fazer o controle e conferência de suas transações será muito mais fácil. 

Começe já a utilizar o UpGestão

Um bom Sistema de Gestão Online otimiza sua rotina de administrador, permite que você tenha uma visão ampla dos processos da empresa, além de trazer recursos para que você tome suas decisões da forma mais estratégica e inteligente possível.

Experimente Gratis
.