Fiscal Relatórios Leitura x PAF-ECF

Leitura X: O que isto significa e qual a sua ligação com o PAF – ECF?

Postado por Vinicius Moura em 11 de fev de 2020

Leitura X: O que isto significa e qual a sua ligação com o PAF – ECF?

Para aqueles comerciantes varejistas e atacadistas mais antigos, estes termos são bem familiares. Mas por conta da obrigatoriedade do novo modelo de NFC-e, muitos não sabem o que significam.

O que é PAF – ECF? 

Bom, antes de entrarmos no assunto leitura x, me deixe dar um breve resumo do que é PAF-ECF, pois os dois termos estão interligados. Este termo significa Programa Aplicativo Fiscal – Emissor de Cupom Fiscal, e é utilizado como um conjunto de regras e normas estabelecidas para a frente de caixa e à forma de comunicação com a impressora fiscal. Ou seja, um conjunto de regras apresentadas ao sistema de emissão de cupom fiscal interligado à impressora fiscal. 

Ele foi criado a partir do Ato Cotepe 06/08 (que dispõe especificações de requisitos do PAF-ECF e do Sistema de Gestão utilizado por estabelecimento usuário de equipamento ECF, e revoga o anexo I do Ato COTEPE 25/04.) e o Convênio ICMS 15/08 (que dispõe normas e procedimentos relativos à análise do PAF-ECF destinado a enviar comandos de funcionamento ao equipamento Emissor de Cupom Fiscal (ECF). 

O PAF-ECF é conhecido principalmente pelos arquivos Leitura x (que iremos explicar daqui a pouco) e a Redução Z. Este último arquivo citado, é bem parecido com a Leitura X, diferenciando-se apenas que deve ser emitido uma vez por dia (de preferência no final do dia). Caso esqueça de emitir a Redução Z do dia, poderá emiti-la no primeiro momento do outro dia. 

Este modelo também conta com a emissão do Documento Auxiliar de Vendas (a famosa DAV). Ele é o documento emitido e impresso antes de concretizada a operação ou prestação, para atender as necessidades operacionais do estabelecimento usuário de ECF na emissão e impressão de orçamento, pedido, ordem de serviço ou outro documento de controle interno do estabelecimento. Vale lembrar que a DAV não substitui o documento fiscal, e deverá ser utilizado exclusivamente para atender às necessidades operacionais do estabelecimento na emissão de orçamento, pedido, ordem de serviço ou outro documento de controle interno do estabelecimento, antes de concretizada a operação ou prestação. 

Até o dia 11 de dezembro de 2019, existia apenas dois estados que ainda não aderiram obrigatoriedade do novo modelo de Cupom Fiscal: Minas Gerais e Santa Catarina. No entanto, a partir de janeiro de 2020, Minas começa a reger a obrigatoriedade de acordo com o faturamento bruto anual de cada empreendedor, prometendo chegar até o final de dezembro de 2020 com a mudança total para o novo modelo.  

 

E onde está a Leitura x nesta história? 

Tudo em seu tempo. Agora que entendemos o que é o PAF-ECF e seu objetivo, ficará mais fácil entendermos melhor sobre a Leitura x. Ele é um documento fiscal gerado pelo sistema de frente de caixa e emitido pelo emissor de cupom fiscal. Ela contempla os valores acumulados de impostos como o ICMS e serve como um controle de vendas do dia-a-dia. A vantagem deste documento é que, ao contrário da Redução Z (fechamento fiscal diário das emissões de cupom fiscal), ela pode ser emitida a qualquer momento do dia, tudo isto sem afetar a impressora fiscal. 

Dentro do documento de Especificação de Requisitos do PAF-ECF Versão 01.13 dos requisitos técnicos funcionais encontrados no ATO COTEPE/ICMS N° 6, DE 14 DE ABRIL DE 2008, encontramos dois requisitos interligados à Leitura x: 

1º O emissor de PAF-ECF deve conter a opção de comandar a impressão da Leitura x; 

2º Ao comandar a emissão do documento Leitura X, o PAF-ECF deve imediatamente, após a emissão deste documento, emitir, pelo ECF, Relatório Gerencial denominado como “Controle de Encerrantes” que contém: 

- O número de identificação de cada tanque de combustível; 

- O número de identificação de cada bomba de abastecimento; 

- O número de cada bico de abastecimento e o respectivo tipo de combustível; 

- O valor de cada encerrante inicial do período, correspondente ao do primeiro abastecimento capturado da bomba após a emissão da última Redução Z (RZ anterior); 

- O valor de cada encerrante final do período, correspondente ao do último abastecimento capturado da bomba antes da emissão da Redução Z a que se refere este item (RZ atual); 

- O volume de cada tipo de combustível comercializado para o qual tenha sido emitido documento fiscal (CF ou NF) no intervalo entre a última Redução Z emitida (RZ anterior) e a Redução Z em emissão (RZ atual), acumulado conforme descrito no item 1 do requisito XXXII (para atender ao Requisito XXXIII, o PAF-ECF deve acumular, por dia de movimento a que se refere cada Redução Z emitida, o volume de cada tipo de combustível registrado em Cupom Fiscal ou Nota Fiscal e manter banco de dados destas informações). 

Então podemos concluir que a Leitura x tem por objetivo demonstrar os valores registrados no equipamento antes de iniciadas as operações de cada dia. Sendo assim, no início de cada dia, o contribuinte deverá emitir uma Leitura “X” de cada ECF em uso, devendo o cupom de leitura ser mantido junto ao equipamento no decorrer do dia para exibição ao Fisco, se solicitado, conforme observa-se no artigo 20 da Portaria CAT 55/98. 

Vale lembrar que, com a mudança de obrigatoriedade de quase todos os estados do PAF-ECF para a NFC-e (ou CF-e), tanto a impressora fiscal quanto seus documentos devem ser guardadas pelo menos por cinco anos, para caso venha ser necessário a análise pelo fisco, as informações se encontrem intactas. 

 

Como funciona a Leitura x no novo modelo de Cupom Fiscal? 

Uma das vantagens do novo modelo de cupom fiscal, é que não é mais obrigatório a emissão de documentos como a Leitura X e a Redução Z. Com um bom sistema de gestão online e um bom ponto de venda (PDV), é possível que o controle das saídas e entradas do dia-a-dia seja feito de maneira rápida e natural, melhorando a gestão de sua empresa.  

Não perca tempo! Experimente o UpGestão agora e teste nosso aplicativo de força de vendas. Com ele seus vendedores conseguirão maior agilidade na hora de fazer o pedido de seus clientes, e encaminhar para o faturamento. 

Começe já a utilizar o UpGestão

Um bom Sistema de Gestão Online otimiza sua rotina de administrador, permite que você tenha uma visão ampla dos processos da empresa, além de trazer recursos para que você tome suas decisões da forma mais estratégica e inteligente possível.

Experimente Gratis
.