Se sua empresa exige gestão de estoque, às vezes você pode se sentir como se estivesse andando na corda bamba. Não ter estoque suficiente significa que você corre o risco de perder vendas, embora ter um estoque excessivo seja algo que eleve as despesas do seu negócio. É por isso que ter um sistema eficiente de controle de estoque é tão importante.

Estoque disponível garantido

Uma das piores coisas que você pode fazer no seu negócio é perder um cliente porque você não possui o item que ele deseja, que você vende, mas naquele momento você não tem em estoque. Stockouts (falta de produtos) não apenas representa venda perdida, mas também faz você perder clientes, pois cada vez mais as empresas precisam se preocupar com a experiência do mesmo no ato que ele chega na sua loja, seja ela virtual ou não, e se ele chega disposto a comprar um item e não consegue porque não tem estoque, você está proporcionando uma experiência indesejável. Por isso cada vez mais tem sido importante obter um sistema eficiente de controle de estoque para gerenciar a quantidade de produtos que você tem e prever quanto tempo durará com base na atividade de vendas. Isso permite que você faça pedidos com antecedência, e desta forma controla a entrada e saída de produtos com eficiência.

Risco de produtos encalhados

Quando o seu estoque não é bem gerenciado, você também pode acabar obtendo produtos em excesso, ou o que chamamos de produtos encalhados. Quanto mais tempo um item ficar no seu estoque e não for vendido, maior será a chance de que ele nunca seja vendido, o que significa que você terá que descartá-lo ou pelo menos fazer uma grande liquidação, onde você perderá sua margem de lucro e ainda terá prejuízos. Lembre-se, muitos produtos saem de moda ou se tornam obsoletos. Itens perecíveis estragam. Itens que permanecem armazenados são danificados ou roubados. E estoque excessivo tem que ser armazenado, contado e manipulado, o que pode gerar custos contínuos.

Capital de Giro

Estoque é caro para adquirir. Manter o seu inventário em dia é primordial. Quando você paga, digamos, R$ 15 por um item de um fornecedor, você o faz com a expectativa de que em breve você venderá o item por um preço mais alto, permitindo que você recupere o custo e ganhe o seu lucro. Enquanto o item estiver na prateleira, seu valor ficará bloqueado. São R$ 15,00 que você não pode usar em outros lugares do seu negócio. Portanto, o controle de estoque não é apenas sobre como gerenciar as “coisas” entrando e saindo de sua empresa; é também sobre como administrar seu capital de giro, impedindo que você tenha muito dinheiro preso em operações.

Controle de produção para fabricantes

O controle de estoque não é apenas uma preocupação para empresas que lidam com produtos finais, como varejistas e atacadistas. Também é crítico para os fabricantes, que mantêm três tipos de estoque: matérias-primas, em produção e produtos acabador. Se você ficar sem um ingrediente ou componente essencial, a produção irá parar, o que pode ser extremamente caro. Se você não tiver um suprimento para finalizar seu produto e atender os pedidos, corre o risco de perder clientes. Realizar a gestão do estoque é essencial para manter a linha de produção em funcionamento e manter os produtos em movimento.
Nós aqui da UpGestão entendemos a importância da Gestão de Estoque e por isso que pensamos em uma ferramenta fácil de utilizar para que você possa visualizar de qualquer lugar e realizar a gestão de seu estoque de maneira fácil e intuitiva, confira no vídeo abaixo onde nosso CEO, Vinícius Moura apresenta como funciona o UpGestão e se você quiser experimentar a nossa ferramenta grátis por 15 dias, basta clicar no botão abaixo.


Experimente Grátis UpGestão