No post anterior falamos sobre como você pode aumentar e determinar as suas margens de lucro. Agora, separamos cinco ideias para impulsionar as suas vendas e aumentar a sua margem de lucro.

  1. Permita que a sua loja física também tenha um e-commerce.

Ofereça aos compradores mais oportunidades de envolvimento com a sua empresa, onde quer que eles estejam. Nem todas as empresas de varejo são compatíveis com o comércio eletrônico, mas é fundamental que os clientes possam encontrá-lo online. Mesmo que você opte por não tornar seu site um e-commerce, tente destacar seus produtos e suas ofertas.

Seu site pode evoluir juntamente com você, para que não seja necessário fazer tudo de uma vez. Por exemplo: se o seu objetivo é ter uma loja completa de comércio eletrônico, basta começar criando um site, se você ainda não estiver online. A partir daí, trabalhe para colocar mais seus produtos em destaque à medida que você tiver tempo e recursos.

Um site simples, mas elegante, com o nome da empresa, localização e informações de contato garantirá, no mínimo, que as pessoas que te procuram possam encontrá-lo.

Além de aumentar a exposição, uma loja online pode gerar receita sem os custos de se abrir um segundo local, por exemplo.

Adicionar uma presença online aumenta os pontos de entrada para a sua empresa e o envolvimento entre plataformas (também conhecido como online e na loja). Também pode ajudar a melhorar as taxas de conversão, tudo isso sem mexer na sua receita.

O módulo Premium do UpGestão já vem integrado ao seu sistema, além de ser um software de gestão online. Hoje já existem diversos casos de sucesso da nossa loja virtual integrada com o a nossa solução de Gestão. Confira o depoimento do nosso cliente do Rio Grande do Sul, da loja Seiko:

“Minha Empresa assumiu uma Loja Virtual já em funcionamento, com um site com muitos problemas devido à plataforma antiga e defasada, utilizando um ERP que não era integrado à plataforma da Loja Virtual. Isso gerava muito retrabalho e complicava muitas ações que pretendíamos fazer. A partir dessa constatação, pesquisamos diversas Empresas que forneciam sistemas de gestão integrados à Loja Virtual, e foi aí que encontramos a UPGestão, que nos apresentou um Sistema totalmente integrado, de forma que poderíamos resolver todos os nossos problemas operacionais e ocupar o nosso tempo em aumentar as nossas vendas. Quando escolhemos a UPGestão, vimos na Empresa não apenas um fornecedor, mas sim um parceiro para o desenvolvimento do nosso negócio. Desde que começamos a utilizar a Solução Completa da UPGestão, as nossas vendas aumentaram, e todas as dúvidas que tivemos durante a troca e implantação do novo sistema foram sanadas, fomos muito bem atendidos. Estamos muito satisfeitos e super recomendamos a UP Gestão!” Wagner Cruz, Diretor da Seiko Alimentos.

  1. Planeje com antecedência e estabeleça estratégias sazonais.

A maioria das empresas de varejo tem um mês ou uma temporada de pico para as vendas. Normalmente, os picos variam de acordo com o setor de varejo e sua localização, mas a maioria dos varejistas do Brasil pode esperar uma flutuação nas vendas a cada mês. Se você está no mercado há um ano ou mais, provavelmente tem uma ideia do tráfego e das flutuações de vendas mês a mês – se perceber padrões distintos, tente incorporar o que aprendeu ao planejar, com antecedência, para o próximo ano.

Tenha em mente que a sua capacidade de comprar e armazenar estoques extras depende do seu espaço disponível e do custo do seu inventário. Especialmente se você tiver um serviço de compras frequentes repetidas, vale a pena descobrir se os fornecedores, em sua rede, oferecem descontos para pedidos em massa ou avançados.

  1. Segmentar compradores de alta intenção por e-mail.

Conectar-se com os clientes via e-mail, seja para ressurgir produtos específicos ou apresentar vendas e promoções, pode funcionar para todos, desde pequenas butiques a varejistas multibilionários. Mas a chave para uma campanha de e-mail bem-sucedida (leia-se: sem interrupções) é obter o consentimento de seus clientes antes de inundar as suas caixas de entrada.

Uma maneira bem direta de colocar os seus produtos para os seus clientes mais engajados é oferecer e-mails de “fora de estoque”, que notificam um cliente quando um item de seu interesse está de volta ao estoque. Você pode oferecer esse serviço aos clientes na loja, mesmo que você não tenha uma loja online.

Para aumentar as margens de lucro uma boa estratégia é se concentrar em táticas de aquisição e retenção de baixo custo. Exemplos de táticas de baixo custo incluem desde busca orgânica (SEO) até e-mails de abandono de carrinho de compras. Promover um cupom nas redes sociais com uma oferta resgatável nos próximos 30 dias também é uma boa tática.

Se você está procurando um ponto de partida para a sua campanha de e-mail, coloque um formulário de inscrição de e-mail tanto na sua loja física ou online. Anúncios por e-mail para vendas e promoções podem ajudar a atrais os clientes para o seu negócio, o que é especialmente relevante se você tiver um negócio cuja tendência dos compradores é comprar mais de um item.

Novamente, especifique para os clientes que estão se inscrevendo que eles receberão as notícias e promoções da sua empresa. Não solicite um e-mail para enviar um recibo e depois use esse mesmo endereço de e-mail para fins de marketing, sem consentimento opcional do cliente.

  1. Seja criativo com os seus produtos parados no estoque.

Examinar o seu inventário uma vez por trimestre é uma ótima maneira de começar a acompanhar a demanda e a rotatividade de produtos específicos, o que pode ajudá-lo a ajustar a sua compra no futuro.

Uma maneira de reduzir os custos de compra é cortar o fornecedor e encontrar ou criar um inventário por conta própria.

Particularmente para os varejistas de butiques, uma ótima maneira de destacar as suas ofertas de produtos é oferecer estoques exclusivos, feitos à mão ou vintage. Você pode começar com uma quantidade limitada em sua loja física ou online e ir experimentando diferentes inventários especiais, como fazer seus próprios produtos de pequenos lotes.

  1. Adote uma abordagem de alto volume de vendas.

Se você esteve no mercado de vendas por algum tempo, já deve ter ouvido a frase Always Be Closing, também conhecida como “Curva ABC”. Essa estratégia de vendas significa simplesmente que há um impulso constante para converter consumidores do mercado em clientes pagantes a fim de manter as vendas no ritmo dos gastos. Essa estratégia é mais bem-sucedida para empresas maiores, que geram muita receita – nesse caso, a pequena porcentagem remanescente após as despesas ainda é uma quantia considerável.

Walmart, Lojas Americanas, Submarino (B2W) e Amazon são exemplos de varejistas que dependem de marketing e vendas agressivas para aumentar continuamente a sua base de clientes e manter uma base ativa de compradores recorrentes. Essas empresas são a exceção no setor de varejo, mas ainda há muito a se aprender sobre como as grandes empresas ganham dinheiro, especialmente por meio de iniciativas bem-sucedidas de publicidade e táticas de crescimento.

Uma maneira de adaptar essa mentalidade de vendas ao seu negócio de varejo é aumentar a sua força de vendas, incentivar a geração de leads ou até mesmo recrutar pessoas para assumir algumas tarefas de vendas ou marketing. Procure maneiras de envolver seus funcionários e considere incentivar referências e leads de todos eles, não apenas dos vendedores. Com essa sincronização será mais fácil acompanhar o desempenho e ficar no topo das metas de vendas a cada mês, ajustando as estratégias de vendas, se necessário.

Agora que você já sabe como agir, chegou o momento de pensar em crescer 

O aumento das margens de lucro é a principal preocupação da maioria dos varejistas. Dependendo do seu negócio, há várias formas práticas de melhorar as margens agora mesmo, começando com uma avaliação das despesas operacionais e do estoque. A partir daí é possível calcular a margem de lucro atual e começar a decidir como incorporar essas táticas às suas operações do dia a dia.

Ao planejar um crescimento em longo prazo, siga algumas etapas simples e criativas para aumentar as suas margens de lucro. Crie uma loja virtual, maximize os padrões de vendas sazonais ou limite os custos de inventário criando seus próprios produtos. Em última análise, a maneira mais bem-sucedida de aumentar de forma sustentável as margens de lucro é uma abordagem mista que incorpora várias táticas – todas elas compartilham a estratégia de gastar menos e vender mais.

Utilizar um Software de Gestão Online fará com que você visualize a entrada e a saída dos seus produtos na sua empresa. Assim, é possível saber se o lucro está ou não sendo obtido. Quando trabalha com um software de gestão, você ainda consegue ver isso rapidamente por meio de gráficos que lhe mostram as melhores tomadas de decisão para o seu negócio. Conheça agora mesmo o UpGestão por 7 dias grátis e veja como esse sistema poderá ajudá-lo na gestão financeira do seu negócio de maneira descomplicada.

Experimente Grátis UpGestão