Não importa quão grande, quão lucrativo ou quantos investidores possam estar interessados ​​em apoiar seu negócio: você não conseguirá sobreviver no mercado se não conseguir gerenciar a saúde financeira de sua empresa, se não trabalhar com um fluxo de caixa.

Um estudo realizado pela empresa de serviços financeiros US Bank descobriu que até 82% das startups e pequenas empresas falham devido à má gestão do fluxo de caixa. Portanto, mesmo que você seja um empreendedor com uma ideia brilhante em relação aos seus concorrentes, você deve permanecer focado em gerenciar o fluxo de caixa de sua empresa para evitar colocar seu negócio risco.

Apresentaremos, então, abaixo, os cinco problemas mais comuns a respeito do fluxo de caixa:

  1. Superestimar os volumes de vendas futuros

Nem todos os usuários que apresentam interesse em seu produto ​​realmente farão uma compra. E, embora os volumes de venda aumentem durante algumas comemorações no ano, é irrealista confiar que as mesmas sempre dobrarão nestes períodos. Por isso é tão importante realizar uma previsão de venda objetiva e baseada em pesquisas no mercado e com números absolutos.

Através de métodos de previsão quantitativos, é possível realizar projeções de vendas e acompanhar tendências baseando-se em dados reais, através de receitas passadas de sua própria empresa ou até mesmo de outras empresas do seu setor. No entanto, nos primeiros anos de negócio, os dados são insuficientes. Assim como a experiência no mercado. Desta forma, a previsão de receita fica complexa, permitindo o auxílio de um mentor do próprio ramo, para oferecer os dados necessários para sua própria previsão do negócio.

O que queremos dizer, então, é que, independentemente do método selecionado, certifique-se em basear suas expectativas de vendas futuras em fatos objetivos e bom senso. Isso vai te poupar de gastos excessivos com base em sonhos que podem nunca se tornar realidade.

  1. Excesso de gastos na fase inicial do negócio

É preciso dinheiro para ganhar dinheiro”. Fato. Entretanto, essa crença comum pode fazer com que muitos empreendedores novatos sejam vítimas de gastos excessivos – especialmente nos primeiros meses de atividade.

É preciso dinheiro para ganhar dinheiro, mas nem todas as despesas de início são geradas da mesma maneira. Começar um negócio envolve muitos investimentos que definirão o caminhar de sua empresa no setor. Seu capital de giro não pode ser comprometido com gastos fora da previsão real. Para isso, existem consultorias e provedores de serviços B2B que auxiliam as startups a planejarem e direcionarem o gasto naquilo que realmente importa.

Orçamentos e cálculos realistas, juntos a objetivo e foco, fazem com que o planejamento encontre um ponto de equilíbrio, mesmo havendo despesas inesperadas.

  1. Desencontro entre passíveis e recebíveis

Um dos comprometedores em maior escala para o fluxo de caixa – particularmente para pequenos negócios – é a falta de pagamento das faturas pelos clientes. Estar preparado para esses inconvenientes é ponto chave para não descontrolar seu fluxo interno.

Ter uma política clara e um pós-venda eficiente com os seus clientes (desde as penalidades e multas no atraso dos pagamentos à qualidade no recebimento e entrega do serviço), faz com que esses percalços sejam contornados de forma positiva, tanto para a empresa, quanto para o cliente.

Criar uma linha de tempo interna para os processos, incluindo o planejamento no envio da fatura inicial e os lembretes de pagamento recorrentes, são formas de alinhar a receita entre passíveis e recebíveis, atuando de forma proativa e harmônica para todos os envolvidos.

  1. Não usar um demonstrativo de fluxo de caixa

Digamos, então, que você tenha definido expectativas realistas para vendas futuras. Você planejou os gastos e está fazendo todo o possível para que seus clientes estejam em dia com as faturas. Essas três mudanças sozinhas otimizarão o fluxo de caixa de longo prazo da empresa. No entanto, não acompanha-lo diariamente te impedirá de visualizar o crescimento e possíveis novos investimentos ao negócio.

Para as empresas de varejo, os meses imediatamente anteriores aos feriados são uma época em que o fluxo de caixa pode ser particularmente apertado. Investe-se em estoque para estar preparado para um influxo de vendas. Entretanto, adquiri-lo incorre em gasto antecipado, “aperto” no capital e incerteza sobre o que será de fato vendido e coberto financeiramente.

A utilização de um demonstrativo de fluxo de caixa o ajudará a rastrear sua entrada de receita e a saída de despesas durante um período específico. Isso ajudará a prever quando terá mais dinheiro saindo do que entrando, para poder planejar com antecedência esses períodos difíceis. Sem um, o embasamento ficará a cargo de suposições, aumentando a, chance de enfrentar pagamentos atrasados e outras penalidades.

  1. Não manter investimento em paralelo ou dinheiro na mão

Não importa quantas proteções você tenha para o caixa da sua empresa: as soluções no fluxo de caixa são uma realidade comercial. Isso pode parecer não ser grande coisa se você tiver uma poupança. Mas se sua empresa está trabalhando com saldo zero, um mês de vendas lento pode significar um desastre instantâneo.

Para proteger seus negócios contra problemas de fluxo de caixa, mantenha um saldo de conta equivalente a pelo menos dois meses de despesas operacionais. Dessa forma, mesmo que experimente uma parada inesperada no fluxo de caixa, as reservas controlarão o processo.

Como apontamos acima, os problemas de fluxo de caixa são um dos maiores desafios da propriedade de empresas. Mas se você se mantiver objetivo em relação aos seus negócios, controlar os gastos desnecessários e ficar atento a possíveis armadilhas, estará mais preparado e acima dos seus concorrentes, permitindo manter um potencial de sucesso a longo prazo.

Com o UpGestão todos esses quesitos são garantidos, possibilitando olhar para seu negócio com mais completude e segurança. Experimente agora mesmo por 7 dias grátis, e veja como é fácil gerenciar seu negócio com um software de gestão online (ERP). E se tiver dúvidas, pode falar com um dos nossos consultores, que estarão sempre dispostos a lhe atender.

Experimente Grátis UpGestão